Ligas Acadêmicas 

São associações civis e científicas livres, de duração indeterminada, sem fins lucrativos, com sede e foro na cidade da instituição de ensino que a abriga, que visa complementar a formação acadêmica em uma área específica do campo médico, por meio de atividades que atendam os princípios do tripé universitário de ensino, pesquisa e extensão.

Criação e Organização

A liga é criada e organizada por acadêmicos, professores e profissionais que apresentam interesses em comum. Constitui-se por atividades extraclasses e costuma ter ações voltadas para a promoção à saúde, educação e pesquisas, contribuindo para o desenvolvimento científico e aprimoramento da arte médica.

Todas as Ligas são organizadas de forma estrutural, constituídas de uma diretoria administrativa e por membros efetivos. A diretoria normalmente é composta por presidente, vice-presidente e eventuais diretores que se fazem necessários para o correto e bom funcionamento do grupo, a citar: diretor científico, relações públicas, tesoureiro, secretário entre outros.

Integrantes

O número de participantes em uma liga é variável, normalmente aumentando em função do tempo de existência da liga. O número de coordenadores também é variável, normalmente iniciando-se com apenas um professor ou profissional da área médica, aumentando proporcionalmente ao número de membros ligantes acadêmicos.

Todos os integrantes das Ligas são submetidos a normas ditadas pelo estatuto.

Conteúdo do estatuto da Liga

Deve conter, no mínimo:

1. Denominação, os fins e a sede da LAM;
2. Requisitos para a admissão e exclusão dos membros;
3. Direitos e deveres dos membros;
4. Modo de constituição e de funcionamento da LAM;
5. Condições para a alteração das disposições regimentais e para a dissolução da LAM;
6. Forma de gestão administrativa e de aprovação das respectivas contas.

Supervisão e Coordenação

O grupo de discentes deve ser supervisionado e coordenado por professores e profissionais do departamento referente à área médica em questão, que irão otimizar a realização das atividades e a elaboração das linhas de pesquisas científicas.

Referências

Diretrizes Nacionais em Ligas Acadêmicas de Medicina